Chá quente

Cúmulos...

Crónicas de Segunda 9

Crónicas de Segunda 8

Crónicas de Segunda 7

Antíteses portuguesas

Chá frio

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Domingo, 30 de Novembro de 2008

Congresso da JSD II - Números

CPN

- Pedro Rodrigues: 308 votos (contra 245)

 

Mesa

- Daniel Fangueiro: 321 (contra 231)

 

CJN 

- Tiago Milito: 310 (contra 240)

 

Conselho Nacional

- Lista apoiada pelo Pedro Rodrigues, liderada por Vânia Jesus: 308 (contra 239)

 

Parabéns!

Foi a vitória de quem a mereceu.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 16:18
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Congresso da JSD I - Vitória em toda a linha!

O Pedro Rodrigues acaba de ganhar o Congresso da JSD.

Todas as suas listas venceram.

 

Parabéns Pedro e felicidades para os seguintes dois anos de mandato.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 15:50
link directo | vai uma chávena?

Meio ano III - As postas mais lidas

1.  Boa Ideia

2.  Abominação irrecuperável
3.  "Silêncio" de qualidade
4.  Pulhices
5.  O Empate
6.  Deves achar que é assim...
7.  Os 500 melhores filmes de sempre
8.  Amy Morreu
9.  Esquerda caviar, ressabiada
10. A anedota
 
uma infusão de Paulo Colaço às 00:10
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 29 de Novembro de 2008

Meio ano II - De onde mais nos visitam

1. Lisboa

2. Porto
3. Amadora
4. Leiria
5. Portimão
6. Coimbra
7. Maia
8. Linda-a-Velha
9. Gondomar
10. Sacavém

 

Este é o top ten das 87 localidades de onde mais visitam o Chá.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 17:35
link directo | vai uma chávena?

Meio ano I

Comecei a confeccionar este chá há seis meses.

Meio ano volvido, anda está quentinho e perfumado.

Obrigado a todos aqueles que aqui o vêm beber.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 16:57
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Resposta II

Acho que tenho pouco poder de encaixe quando leio críticas às juventudes partidárias.

Li isto e respondi assim (aguardo moderação do comentário):

 

Caro João Ferreira Dias,

 
Li o seu texto e, se o Congresso da JSD lhe sugere uma reflexão, o seu post sugere-me duas.
 
A primeira: enquanto continuarmos a falar de cor, daremos razão aos que consideram a blogosfera a meta da decadência mental, nas palavras de Almada.
Um dos candidatos à liderança da JSD (o que conheço melhor) foi docente na Faculdade de Direito de Lisboa, é jurista da área fiscal e tem propostas publicadas no âmbito dos temas de relevância para a JSD. Gere grupos de trabalho dedicados e motivados na procura de novas ideias e soluções.
Podemos, claro que sim, não querer saber disso para nada. Podemos criticar mesmo sem conhecer. Podemos até nem sequer reconhecer quando, por precipitação, fomos injustos.
Cada um funciona de sua forma. Eu ficaria incomodado se percebesse que o meu repentismo me aproxima do pior da trica parlamentar, em que a preocupação na forma suplanta a do conteúdo.
 
A segunda: quando tantos homens e mulheres se demitem do seu dever de construção e direito de participação, não deixa de ser estranho que o dedo esteja apontado precisamente àqueles que, muito novos ainda, se preocupam.
A filiação em juventudes partidárias ou a participação em associações de estudantes da escola secundária são, normalmente, os primeiros momentos de afirmação de um pensamento, de uma atitude para mudar e melhorar.
Condenemos estes jovens, acusemo-los de carreirismo e estaremos a promover o afastamento dos que se incomodam com a crítica, deixando lugar aos mais obstinados que são, em muitos casos, os menos capazes e conscienciosos.
 
Entrei para a JSD aos 14/15 anos. Hoje tenho 32, sou membro de uma assembleia municipal e sócio de uma agência criativa.
Se há quem diga que a tropa fez os homens, eu digo que a JSD faz seres sociais, preparados para inúmeros desafios, capazes de dirigir ou integrar equipas, aptos a trabalhar sob pressão ou debaixo da crítica.
A mim, a JSD deu-me tantas e tantas vezes o gosto de ver aplicadas medidas que ajudei a criar e desenvolver.
 
Textos como o seu relembram-me um velho professor de latim: o mal do mundo é o pessimismo militante em que tantos se enrodilham.
Desenrodilhe-se: quando tiver tempo, passe pelo psicolaranja.blogs.sapo.pt e veja o que os “carreiristas” são capazes de escrever, pensar e promover.
 
Saudações e releve qualquer excesso de linguagem em que eu tenha incorrido.
uma infusão de Paulo Colaço às 21:04
link directo | vai uma chávena?

Os medíocres

Esta notícia do Público recebeu o tipo de comentários que reprovo.
E respondi. Claro.

« Este é o tipo de comentários dos vencidos da vida, habituados a viver na mediocridade, sem exemplos motivadores ao seu lado.
Comentários habituais naqueles que não se procuram informar antes de emitir opinião.
Comentários de quem mede o valor dos outros pelo seu desvalor.
Ou banalidade. Felizmente, é ao mero comentário que estão remetidos estes opinadores.
(Falou quem conhece ambos os protagonistas da notícia)
»

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 18:16
link directo | vai uma chávena?

O duelo repete-se

14 anos depois (uffaaa), há um novo Congresso sem mim ;)

O meu primeiro foi o XI, este é já o XX.
E o duelo repete-se.
Se o mérito for premiado, ganhará o Pedro.
Se o trabalho for reconhecido, ganhará o Pedro.
Se as qualidades certas forem valorizadas, ganhará o Pedro.
A bem da JSD, do PSD e da Juventude Portuguesa.
Bom Congresso a todos.
uma infusão de Paulo Colaço às 11:09
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Alô Alô Dona Rosa, a sua filha chegou do Brasil!

A nossa Joaninha acaba de chegar a Lisboa!

Vai ser mesmo muito bom estar com ela, na Oriental, esta noite.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 18:30
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Um enigma, um prémio

 

«Olha. Sabes? Lá em Florença
está guardado um dedo da tua mão direita num relicário.
Palavra de honra que está!
As voltas que o mundo dá!
Se calhar até há gente que pensa
que entraste no calendário.»

 

Este é um excerto de um poema de António Gedeão.

É dedicado a Galileu.

 

Quem enviar para o meu email (pauloriomaior@gmail.com) a resolução deste quase enigma, recebe um prémio.

(tem de o vir buscar à Punch)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 11:43
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Poema do fecho éclair

Filipe II tinha um colar de oiro,

tinha um colar de oiro de pedras rubis.
Cingia a cintura com cinto de coiro,
com fivela de oiro,
olho de perdiz.
 
Comia num prato
de prata lavrada
girafa trufada,
rissóis de serpente.
O copo era um gomo
que em flor desabrocha,
de cristal de rocha
do mais transparente.
 
Andava nas salas
forradas de Arrás,
com panos por cima,
pela frente e por trás.
Tapetes flamengos,
combates de galos,
alões e podengos,
falcões e cavalos.
 
Dormia na cama
de prata maciça
com dossel de lhama
de franja roliça.
 
Na mesa do canto
vermelho damasco,
e a tíbia dum santo
guardada num frasco.
 
Foi dono da Terra,
foi senhor do Mundo,
nada lhe faltava,
Filipe Segundo.
 
Tinha oiro e prata,
pedras nunca vistas,
safiras, topázios,
rubis, ametistas.
Tinha tudo, tudo,
sem peso bem conta,
bragas de veludo,
peliças de lontra.
Um homem tão grande
tem tudo o que quer.
 
O que ele não tinha
era um fecho éclair.

 

(António Gedeão)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 11:32
link directo | vai uma chávena?

Delito de acção

"PS acusa BE de fazer purga e de perseguir Sá Fernandes por delito de opinião."

(título do Público)

 

Creio que o BE se desligou de Sá Fernandes por delito de acção e não de opinião.

Em qualquer dos casos, o PS já deu as mãos com o (agora) seu vereador.

Irá para as listas socialistas, claro.

Alguém se espanta?

 

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 10:53
link directo | vai uma chávena?

Xô, Fernandes

O BE finalmente enxotou Sá Fernandes.

O motivo é simples: o senhor vereador, paladino da moral, mensageiro dos princípios e inquisidor-mor das más práticas, deixou cair a capa.

Agora "está no Poder".

Só um patego não via que isso ia acontecer.

Quem anda tão cegamente atrás dos holofotes não augurava boa coisa...

 

uma infusão de Paulo Colaço às 10:35
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (2)

Completamente diferente

A não perder.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 09:56
link directo | vai uma chávena?
Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Se o presidente confia...

Cavaco Silva considera não ter qualquer razão para duvidar do conselheiro de Estado Dias Loureiro. Devendo-se o convite à confiança entre ambos, não sendo essa confiança abalada, nada há a dizer...

... a não ser isto: no final deste caso, a haver um desapontado, será apenas o PR.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 22:53
link directo | vai uma chávena?

Vidente

Um homem vai à vidente.  Chega e bate à porta. Do outro lado, ela pergunta:
- Quem é?
O homem responde:
- Hum, já estamos a começar mal!

uma infusão de Paulo Colaço às 11:47
link directo | vai uma chávena?
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

What are you gonna do, bleed on me?

uma infusão de Paulo Colaço às 12:07
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Assobiando alegremente

 

A TV é a lavandaria do regime. (...) Dias Loureiro (...) foi ao estúdio de baraço ao pescoço e sem bigode, confessando que, sim, era administrador da SLN, mas, enquanto aconteciam no BPN as trapaças que têm vindo a público (e as que hão-de vir) calhou sempre de estar a olhar para o outro lado."
Manuel António Pina, "Jornal de Notícias", 24-11-2008
uma infusão de Paulo Colaço às 11:33
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (4)

A origem

Cumprem-se hoje 149 anos sobre a publicação do célebre "A origem das espécies", de Darwin.

Deixa-me doente saber que em alguns países (EUA, p.ex.) alguns professores estão proibidos de ministrar essa teoria.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 02:39
link directo | vai uma chávena?

Salomónica Colaciana

Há pouco, por causa de um belo pedaço de Brie, muitíssimo bem dividido (e ainda mais bem consumido), lembrei-me de uma regra de ouro lá em casa, aplicada por édito do meu pai, quando éramos miúdos.

 

Se havia algo para repartir entre mim e o meu irmão, um partia e o outro escolhia a sua metade. Essa regra obrigava aquele que fatiava a usar a máxima perícia. Assim, tudo era dividido em metades iguais.

 

Giro, não?

uma infusão de Paulo Colaço às 02:00
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 23 de Novembro de 2008

O Barão de Sá Fernandes

O Poder pode provocar alterações no comportamento de alguns.

Sá Fernandes é uma grande prova disso...

 

uma infusão de Paulo Colaço às 00:48
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)
Sábado, 22 de Novembro de 2008

O 25 de Abril ainda não chegou ao Seixal

Outdoors do PSD/Seixal foram vandalizados.

A campanha já estava com ampla divulgação e alguns palermas tentam travá-la.

Ao companheiro Edson e a todos os amigos do PSD e JSD do Seixal: não desistam!

Já agora, convém lembrar que o Seixal é uma terra comunista.

 

A notícia

 

uma infusão de Paulo Colaço às 23:07
link directo | vai uma chávena?

Aqui sabemos de tudo primeiro

Nenhum jornal on-line norte-americano dá por aceite o convite de Obama a Clinton para Secretária de Estado. Apesar disso, jornais on-line portugueses apregoam que a senhora já deu o seu sim.

Impressionante!

Apesar de muitas "certezas" sobre este sim, a verdade é que ele ainda não chegou. Não é formal. Não o sendo, é errado dizer que a senhora já aceitou!

 

Qual é a diferença?

Uma analogia simples: eu tenho a certeza que um dia vou morrer. Não há maneira de eu não morrer. Mas isso não quer dizer que eu já esteja morto.

 

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 04:49
link directo | vai uma chávena?

Um bom amigo

Dias Loureiro afirma que não participou nem teve conhecimento de irregularidades no Banco Português de Negócios (BPN), confiando sempre nas boas intenções e na boa gestão de José Oliveira e Costa.

uma infusão de Paulo Colaço às 04:08
link directo | vai uma chávena?

Quatro anos antes de mim

 

uma infusão de Paulo Colaço às 03:53
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Boa Pedro!

O Presidente da JSD e de novo candidato a um novo mandato, Pedro Rodrigues, pretende «revolucionar» a forma de fazer política em Portugal. «Na verdade não são os jovens que estão afastados da política. São os políticos e os partidos tradicionais que foram progressivamente afastados dos jovens», afirma num vídeo de apresentação da sua candidatura.

 

(notícia Sapo)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 12:57
link directo | vai uma chávena?

Mais difícil que ganhar... é aguentar!

Há já algum tempo que os media americanos especulam sobre a continuação de Robert Gates na Defesa. Rumores a que o encontro de ontem entre o líder do Pentágono e a equipa de transição de Barack Obama veio dar nova consistência. O empenho do Presidente eleito em ter alguns republicanos no seu gabinete e o convite a Hillary Clinton para ser secretária de Estado valeram-lhe já críticas por parte dos grupos anti-guerra que o acusam de, longe de trazer a tão anunciada mudança, estar a criar uma Administração de 'falcões'.

 

Ler mais

 

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 06:14
link directo | vai uma chávena?

Dixit

"Toda a gente decidiu aproveitar uma ironia, sem consequências, para montar um circo hipócrita e moralista"

Constança Cunha e Sá

uma infusão de Paulo Colaço às 04:23
link directo | vai uma chávena?

Warning

 

Fui ver o Ensaio Sobre a Cegueira.
Violento. Muito. Aliás, como eu achava, embora não tanto quanto o livro.
Vale a pena mas não recomendo a pessoas mais sensíveis.

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 04:02
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (4)

Comunicado do Secretário-Geral II

 

Ao início da noite chamaram a minha atenção para esta situação da organização do Congresso da JSD.Desconheço os exactos termos da acusação sobre o João Montenegro mas pelo seu comunicado consigo depreender.
 
Disseram-me que o mesmo estava no site da JSD e fui lê-lo. Postei-o. Enviei um sms ao João a manifestar a minha solidariedade.
 
Diz-me a experiência que o SGJSD nada deve temer: ofender o bom-nome de alguém é, por si só, um ricochete garantido. O seu atacante, com naturalidade, passará a atacado.

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 03:57
link directo | vai uma chávena?

Hummm...

 

Acabo de ver o contador deste blog.

O número da besta?

Estou intrigado. Que coincidência...

Será que o mentiroso apareceu por cá?

 

uma infusão de Paulo Colaço às 02:14
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

O mentiroso de Lisboa

É assim que ele vai ficar conhecido...

uma infusão de Paulo Colaço às 01:20
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Comunicado do Secretário-Geral da JSD

 

Face ao comunicado publicado no site www.anossavez.com, e difundido por mensagens escritas, responsabilidade do militante Bruno Ventura, a Secretaria-Geral da JSD esclarece que:
1.    O rateio foi aprovado por unanimidade em Conselho Nacional da JSD, realizado na Costa da Caparica a 13 de Setembro de 2008, não tendo na altura qualquer Conselheiro Nacional requerido esclarecimentos sobre o mesmo, ou colocado qualquer dúvida.
2.    A secretaria-geral fornece todos os elementos referentes a bases de militantes da JSD sempre que, nos termos do regulamento eleitoral, sejam requeridos por candidatos a órgãos da JSD.
3.    Para a elaboração do rateio do XX Congresso Nacional da JSD foi solicitada a colaboração dos serviços centrais do PSD, no seguimento do que vem acontecendo em anos anteriores, por forma a garantir a imparcialidade e transparência do mesmo.
4.    Ora, o pedido feito pelo companheiro Bruno Ventura para aceder aos elementos da base de dados da JSD, não foi acompanhado, tal como consta do regulamento eleitoral da JSD, dos elementos essenciais à formalização da sua candidatura.
5.    Estranho que o companheiro Bruno Ventura acuse a Secretaria-Geral de falta transparência quando:
a.    Não questionou o rateio no Conselho Nacional em que foi aprovado, nem qualquer esclarecimento solicitou sobre o mesmo.
b.    Desconheça, ou pareça desconhecer o regulamento eleitoral da JSD, alegando que indevidamente a secretaria-geral se recusou a prestar os esclarecimentos solicitados.
c.    Tenha reiterada e conscientemente recusado a formalizar a sua candidatura à liderança nacional da JSD, quando foi alertado de que acederia aos elementos requeridos se o fizesse.
6.    Lamentamos que o companheiro Bruno Ventura esteja deliberadamente a lançar expedientes e suspeições infundadas sobre o Congresso Nacional, tentando por em causa a credibilidade e imagem do mais importante acontecimento da nossa estrutura.
 
O Secretário-Geral da JSD
João Montenegro

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 18:35
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (3)
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Jantar de Apoio ao Pedro Rodrigues em Leiria

 

Em Pombal

Esta sexta-feira

Pelas 21 horas

Restaurante "O Tirol"

Rua de Ansião

 

uma infusão de Paulo Colaço às 17:04
link directo | vai uma chávena?

Ah Ganda Zé Milhazes!

José Milhazes, grande jornalista e correspondente em Moscovo, tem um genial blog sobre a Rússia. Participei muitas vezes. Li muitas mais.

Ganhou o prémio para blogs da Super Bock na categoria de actualidade.

Parabéns!

uma infusão de Paulo Colaço às 14:36
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (2)

Tenho pressa...

Acabo de saber pelo que a CP vai homenagear o cineasta Manoel de Oliveira, baptizando um Alfa Pendular com o seu nome.

Deu-me um baque e imaginei a seguinte conversa nas bilheteiras:

 

- Olhe, eu quero ir para o Porto mas não no Manoel de Oliveira.
- Ai não? Mas é um comboio tão bonito…
- Seja, mas eu preciso mesmo de chegar hoje ao Porto…

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 11:44
link directo | vai uma chávena?

Contra a carneirada que pensa o que a imprensa quer

Manuela Ferreira Leite disse: "E até não sei se a certa altura não seria bom haver seis meses sem democracia, mete-se tudo na ordem e depois então venha a democracia." Disse? Disse. É grave? Não me parece.

Sabem porquê? Por causa daquele "E" com que começa a frase. É copulativo. Garante que o que vem a seguir une, copula, faz truca-truca, junta com alguma coisa que vem de trás. Houve frase de Manuela Ferreira Leite antes da frase escandalosa. Frase que, certamente, explica a tal frase. Ela, certamente, disse qualquer coisa antes para prosseguir depois: "E até não sei se..." Só pode.

Noutras circunstâncias eu teria ido procurar a frase anterior para ver se a ironia era conseguida. Mas irrompeu por aí um tal vendaval de indignações que não fui tirar a coisa a limpo.

Tenho horror a manadas, sobretudo quando empurradas. Manuela Ferreira Leite tem todo o direito em achar os portugueses inteligentes para entenderem uma ironia. Pelos vistos, é um risco. Mas eu prefiro frases que parecem ser o que não são a indignações que são exactamente aquilo que parecem. Manuela Ferreira Leite não disse, não quer, não sugeriu suspender a democracia.

 

(Ferreira Fernandes, in DN)

uma infusão de Paulo Colaço às 11:33
link directo | vai uma chávena?
Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

Um filme que gostava de ter visto

 

O elenco

O main theme

 

O Bule:
uma infusão de Paulo Colaço às 20:05
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Olhó fato de baaaaanho fresquinho!

«A revista Time divulgou aquelas que são, para si, as 50 melhores invenções de 2008.
No 26.º lugar da lista está um fato de banho português, o LZR Racer - a sensação dos Jogos Olímpicos de Pequim.»

 

Não bastava o Magalhães.

Em breve, lá teremos Sócrates com fatos de banho na mala para vender.

Da fama de feirante já não se livra...

uma infusão de Paulo Colaço às 16:41
link directo | vai uma chávena?

O espertalhão

«Manuel Alegre considera que “dificilmente” será candidato nas próximas eleições legislativas e afirma estar “num período de reflexão” sobre a sua participação numa campanha ao lado de José Sócrates, numa entrevista ao “Diário de Notícias” e TSF.»

 

Claro: o PS não o quer nas listas e o moço, para não dar ar de fraco, diz que está em reflexão. Como se fosse ele quem decidisse a sua entrada nas listas.

 

Em todo o caso, os Partidos não são grupos da Igreja, obrigados a deixar entrar todos.

Os Partidos são clubes de poder. E funcionam como matilhas. Quem não quer caçar em grupo, e ferrar os dentes nas mesmas presas, é melhor ir caçar para outra freguesia...

 

uma infusão de Paulo Colaço às 01:44
link directo | vai uma chávena?

O humor de McCain

A notícia é requentada mas não resisto.

John McCain esteve no Jay Leno.

O apresentador perguntou-lhe como estava a lidar com a derrota.

O Senador diz que está a levar a coisa a bem e que tem dormido como um bebé:

- Acordo de 2 em 2 horas e choro...

O Bule: ,
uma infusão de Paulo Colaço às 01:13
link directo | vai uma chávena?

Blogs de apoio ao Pedro Rodrigues

 

Esta eleição para a JSD tem contado com elementos até agora menos vistos nos pré-Congressos:
blogs de apoio.
Volta a meia consulto estes:

Vaga de Fundo
. Diogo Nogueira Gaspar
. Filipa Bandeira
. Inês Rocheta Cassiano
. joana barata lopes
. José Baptista
. João Marques
. João Morgado
. João Rodrigues
. Margarida Balseiro Lopes
. Pedro Pimpão
. Tiago de Melo Cartaxo
. Tânia Martins
 
Queremos mais
. Diogo Nogueira Gaspar
. Guilherme Diaz-Bérrio
. José Pedro Salgado
. João Morgado
. TSD
 
Agora Leiria
. Fernando Silva
. Luis Almeida
. Margarida Balseiro Lopes
. Pedro Pimpão
 
uma infusão de Paulo Colaço às 00:52
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Universidade da Europa

Mais uma vez, a JSD, o PSD, o Instituto Sá Carneiro, o PPE e Carlos Coelho organizam a Universidade Europa.

Decorreu este fim-de-semana.
O quadro de honra foi mesmo de honra.
 
Participação de:
Carlos Coelho (Deputado Europeu)
Sérgio Marques (Deputado Europeu)
Vasco Graça Moura (Deputado Europeu)
João de Deus Pinheiro (Deputado Europeu)
António Borges (Vice-Pres. do PSD)
José Silva Peneda (Deputado Europeu)
Ana Palácios (ex-MNE de Espanha)
Jorge Moreira da Silva (Antigo Deputado Europeu)
 
Mensagens de:
Durão Barroso (Pres. da Comissão Europeia)
Hans-Gert Pöttering (Pres. do Parlamento Europeu)
 
Encerramento:
Pedro Rodrigues (Pres. da JSD)
Manuela Ferreira Leite (Pres. do PSD)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 23:46
link directo | vai uma chávena?

A fina flor do entulho

Pelo que tenho ouvido, o lixo mais sórdido está a juntar-se.

Tirando o meu amigo CL, só ouço falar de inúteis.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 23:38
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (2)
Sábado, 15 de Novembro de 2008

O braseiro do Fernando

O meu bom amigo Fernando Silva criou um blog.

Ao Calor da Lareira é o seu espaço no mundo global.

Lá partilhará histórias, ideias, reflexões.

Uma visita obrigatória.

Quem o conhece sabe porquê!

O Bule: ,
uma infusão de Paulo Colaço às 18:51
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

You can fool some people sometimes, but you can't fool all the people all the time*

Parece que Sarah Palin quer ser candidata presidencial nos EUA.

Se o seu objectivo é fazer dinheiro de financiamentos (para comprar roupas e etcs) ou não, cedo se saberá.

 

* Get Up (Bob Marley)

 

O Bule:
uma infusão de Paulo Colaço às 12:47
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Padre Jorge

 

 
Eu devia ter quase 19 anos.
Se assim foi, passaram já 15.
A Fonte Velha, em Rio Maior, era o meu bar de eleição.
Claridade pouca, amizade muita.
Era uma galeria, com um recanto à esquerda, como uma antiga lareira.
Nessa noite, entrei e olhei para o fundo.
Não quis acreditar.
Era o Palma. Tinha acabado de chegar e estava a preparar-se para tocar.
A meio da noite, um dos músicos, meu amigo, segredou-lhe:
- Aquele puto é dos teus maiores fãs.
O Jorge Palma chamou-me ao palco e cantei com ele algumas músicas.
No final, depois de um abraço, disse-lhe:
- Isto para mim é uma missa!
Palavras ditas com aquela emoção que só as vozes mais destiladas carregam.
Que grande noite.
 
O Bule:
uma infusão de Paulo Colaço às 12:06
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (3)

Cenas do meu tempo

uma infusão de Paulo Colaço às 10:40
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Amy Morreu

Diz-se por aí que a Amy Winehouse morreu.

Creio que é apenas boato mas a verdade é que ainda não a vi hoje...

 

uma infusão de Paulo Colaço às 15:38
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Habitualmente, enfureço-me com os floating-banners de publicidade, mas desta vez não.

Gosto mesmo do Público!

uma infusão de Paulo Colaço às 01:55
link directo | vai uma chávena?
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Psico-Moção "Não basta ter o título: é preciso mantê-lo"

 

A JSD é a maior e melhor organização política de juventude em Portugal.
Por várias razões: quantidade de militantes, qualidade da acção política, relevância no seio do PSD e por melhorar, efectivamente, a vida dos jovens sempre que os seus militantes ocupam lugares públicos.
 
Mas ser a melhor é diferente de ser a que funciona melhor, coisa que depende das melhorias que os anos aconselham introduzir.
 
Assim, os signatários, apresentam algumas ideias para debate num futuro processo de revisão estatutária.
 
 
Inerência sem voto
Defendemos a extinção do direito ao voto de todas as inerências, deixando estas também de contar para o quórum de funcionamento.
Porquê?
Só os membros eleitos para um determinado órgão devem nele poder votar. O Governo vota na Assembleia da República?
 
Limitação de mandatos
Ninguém pode ser presidente de um órgão por mais de 3 mandatos consecutivos.
Porquê?
Em democracia, a perpetuação é sempre suspeita.
Haja fé na capacidade dos militantes e nunca teremos fome de líderes.
 
Incompatibilidade executiva
Defendemos a impossibilidade de acumulação em órgãos executivos de diferentes níveis na JSD, por via de eleição.
Porquê?
A JSD tem imensos quadros, todos eles aptos para assumir funções. A incompatibilidade impede a acumulação de funções e permite que a riqueza humana da JSD não fique subaproveitada.
No entanto:
Conscientes das realidades muito díspares na JSD, e inteirados das dificuldades de militância com que muitas secções se deparam, propomos que a revisão estatutária contemple um regime de excepção que não tolha a sua vida.
 
Quórum: até ao lavar dos cestos é vindima
A verificação de faltas deve ser feita no momento das votações.
Porquê?
Em conselhos nacionais, distritais e outros plenários, muitas vezes a sala começa a esvaziar. Na altura das votações já se perdeu o quórum. As reuniões não são eventos sociais em que apenas se aparece ao início para se ser visto. É preciso participar nos trabalhos de fio a pavio.
 
O regime de faltas e a Lei das Sesmarias
Defendemos que se reduza o número de faltas (não justificadas) que podem ser dadas em órgãos de tipo assembleia pelos seus membros eleitos: duas, seguidas ou interpoladas.
Porquê?
As funções existem para ser exercidas. Se não for pelo seu titular, que seja porque quem o substitua.
 
Uma Justiça funcional
Deve debater-se sobre as Jurisdições de Primeira Instância.
Porquê?
A ideia é muito boa no papel mas a aplicação prática não a favorece.
Repense-se.
 
O Presidente da Mesa não atende o telefone?
O maior poder das Mesas (locais, distritais e nacional) é o de convocação. O irónico é que este poder é muitas vezes usado na negativa. Ou seja, a Mesa deve convocar um plenário, ou eleições, e não o faz. Por inércia ou estratégia, impunemente, impede que uma Secção seja eleita, provoca a perda de mandato de uma Comissão Política, não convoca uma moção de censura, etc.
Sugerimos:
a) prazos claros para actos de convocação e similares
b) transferência de competências pela Mesa superior em caso de não prática do acto, findo o prazo
Porquê?
Porque não deve haver órgãos com poderes supremos.
 
Uma secção para toda a vida… para quem o quiser
Muitos propõem a liberdade de filiação numa secção mesmo sem qualquer vínculo (natal, profissional, residencial ou escolar).
Pelo contrário, nós defendemos que deve continuar a existir obrigatoriedade de vínculo.
Porquê I?
É o melhor obstáculo à militância de conveniência ou de favor.
Mas…
Propomos que, feita a inscrição numa secção, o militante deve poder manter-se sempre nessa secção, ainda que se desfaça o vínculo inicial. (mudança de residência, de emprego, fim de curso, etc)
Porquê II?
Porque há laços que se criam (de trabalho, de ligação com a terra, de amizade) que a mera alteração do vínculo não deveria poder ceifar.
 
Honorários, somos todos!
Defendemos a extinção da figura do militante honorário.
Porquê?
Se no final da nossa militância não formos todos honorários, então foi inglória a nossa passagem pela JSD. Além do mais, em alguns dos “honorários” não se vislumbra ponta de “honorabilidade”.
 
Modelo de Congresso
O actual modelo de Congresso favorece a discussão temática, diminuindo o tempo de antena para puro combate interno.
Mas…
Propomos que os candidatos a líderes da JSD devam apresentar uma Moção de Estratégia Política e submeter moções em todos os grupos temáticos definidos no Regulamento.
Os textos finais dos vários grupos de trabalho guiarão as politicas a defender pela CPN eleita.
 
Secções temáticas
Fenómenos como a Internet, Universidade de Verão e outros mecanismos de criação de laços permitem que os militantes travem conhecimento com companheiros de outros pontos do País e queiram fazer política nesses grupos.
A área da secção é obsoleta e a política nesse formato desmotiva muita gente.
Defendemos secções temáticas com os seguintes princípios:
- Liberdade de criação
- Liberdade temática
- Liberdade de funcionamento
- Não representatividade nos órgãos da JSD
- Não vinculação orgânica nem financeira à JSD
 
Directas na JSD
“Um Homem, um voto” parece-nos a base de qualquer democracia.
Envolver toda a JSD no processo da sua principal votação é valorizar a militância, vitalizar o debate e fortalecer a liderança.
 
Uma proposta dos membros do blog Psicolaranja:
Bruno Ribeiro, Carlos Carvalho, Diogo Agostinho, Elisabete Oliveira, Elsa Picão, Inês Rocheta Cassiano, João Marques, Jorge Fonseca Dias, José Pedro Salgado, Luís Nogueira, Margarida Balseiro Lopes, Paulo Colaço, Tânia Martins e Tiago Sousa Dias.

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 18:54
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 9 de Novembro de 2008

À primeira ainda consegui responder...

 

Bruno Ribeiro
Tenho pena de já não poder subscrever estas moções. Confesso que não conheço em pormenor a do Guilherme mas tenho plena confiança nas propostas dele, até pelas lições de Economia que me tem dado desde que vem ao Psico.
 
Quanto à moção sobre o funcionamento da Jota, essa deu pano para mangas na nossa discussão interna e estou certo que tem muitas propostas "quentes". Como sempre, no Psico enfrentamos as questões de frente e por isso penso que esta moção será uma provocação interessantíssima para todos os congressistas.
 
É caso para avisar é que poderá, tal como a de há ano e meio, causa urticária a alguns ;)
 
Paulo Colaço
"Tenho pena de já não poder subscrever estas moções."
Seu sacana! Estava eu empedernido, a querer não mostrar sentimentos nostálgicos, com as folhas de subscrição a inundar-me a secretária, com faxes de amigos a chegarem (subscrevendo) e tinhas de ser tu (trintão do raio) a emocionar-me...
 
Como te compreendo...
 
Bruno Ribeiro
Hehe! O "boss" de uma empresa onde trabalhei e a quem faziam todos os anos a mesma surpresa no aniversário disse no ano em que eu lá estive: "ao fim destes anos todos já perderam a capacidade de me surpreender... mas ainda não perderam a capacidade de me emocionar!"
 
E estou a ver que, pelo menos eu, ainda mantenho essa capacidade e emocionei o "boss" do Psico ;)
 
Mas sabes o que é mesmo bonito, Colaço? É que sempre achei que quando fazemos 30 anos devíamos desligar-nos da Jota mas quando me aproximei da altura percebi que, enquanto lá andei, sempre contei com a ajuda dos mais velhos. Uns fizeram-no por gosto e carinho, outros por interesse.
 
A tua - e a minha - emoção mostra o quanto nós fazemos isto apenas pelo carinho que temos por essa coisa que se nos impregnou na pele: a nossa Jota!

 

Ler conversa integral aqui
 
uma infusão de Paulo Colaço às 17:01
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (4)
Sábado, 8 de Novembro de 2008

Superioridade, os tomates!

Nos anos 60, Álvaro Cunhal escreveu um ensaio intitulado “A superioridade moral dos comunistas”, destinado essencialmente aos militantes na clandestinidade.

Estou na outra margem num jantar de amigo e estivemos agora a cantar alegremente músicas como “avante camarada” e a “internacional comunista”.
Algum dia ouviram um vermelho cantar “nós somos um rio”?
 
Superioridade?

 

 

O Bule: ,
uma infusão de Paulo Colaço às 23:04
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (3)

O Tempo dos Líderes II

No passado dia 19 de Julho, 34ª aniversário da JSD, foi lançado “O Tempo dos Líderes”, um historial das lideranças nacionais da Juventude Social Democrata, vistas à luz dos acontecimentos que marcaram Portugal e o Mundo.

Esgotada a versão impressa, a JSD disponibiliza agora em pdf esta obra de Paulo Colaço com design de Frederico Carvalho, muito útil a todos os nossos dirigentes e militantes.

(in site da JSD)

 

Ver também: História da JSD

 

uma infusão de Paulo Colaço às 22:16
link directo | vai uma chávena?

Palmas

Eu sou um dos "maluquinhos do ", o album emblemático de Jorge Palma.

É por isso que aplaudo esta iniciativa do Sapo.

Vou concorrer e já sei o que vou dizer...

uma infusão de Paulo Colaço às 14:36
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Eu apoio!

Escrevi isto no site do Pedro:

 

Já não estou na JSD mas a militância nesta instituição vai muito para além do cartão e da idade.
É por isso que me permito vir aqui dizer três coisas: uma à JSD, outra aos companheiros e uma final ao Pedro.
Querida JSD: continua sempre a ser esse espaço de liberdade e participação de que és símbolo.
Caros companheiros: imponham em todo o lado a cultura do mérito. Neste caso concreto, isso significa revalidar o mandato do Pedro.
Amigo Pedro: deste um novo impulso à Jota e em muitos aspectos!
Como em Espinho, volto a recomendar que faças uma equipa à tua imagem.
Um abraço do Paulo Colaço
 
uma infusão de Paulo Colaço às 14:20
link directo | vai uma chávena?

Força Pedro!

O Pedro Rodrigues, líder recandidato da JSD, lançou há dias o seu site.

Está perfeito!

Visitem!

 

uma infusão de Paulo Colaço às 14:15
link directo | vai uma chávena?

Frase do dia

Eu não me importo de vir trabalhar ...Mas ter que esperar 8 horas pra voltar pra casa é  duro!

O Bule: ,
uma infusão de Paulo Colaço às 13:34
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Sofrer as consequências

O Chá Preto está a sofrer as consequências de um momento mais atarefado e de uma importância maior que dei ao Psico nos últimos dias.

Muita coisa aconteceu:

- O lançamento em pdf do pequeno livro "O Tempo dos Líderes"

- Eleições Americanas

- Actividades do Psico

- Reflexões várias

 

Postarei em breve.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 15:59
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

44

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 04:16
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Seguir as eleições

Hoje, quem me quiser ver, será no bar velho da Faculdade de Direito de Lisboa.

Psicolaranja e Câmara de Comuns juntam-se para uma maratona eleitoral, apadrinhada pela Associação Académica da FDL.

 

Pelas 23.30h, quem for servido de cerveja, pão com chouriço, wireless gratuito, TV Cabo e tomadas para portáteis, sabe onde nos encontrar.

 

Ahh, e muitos posts também...

uma infusão de Paulo Colaço às 19:48
link directo | vai uma chávena?

Aviso à navegação

São 7 da manhã e eu estou no computador desde as 01.00h.

Esta maratona eleitoral é capaz de vir a ser puxada...

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 07:02
link directo | vai uma chávena?

Dixie Land

 

Já ouviram falar em Dixville Notch?
Eu também não conhecia esta terrinha de 75 habitantes no New Hampshire.
Acontece que desde 1960 que Dixville inicia as suas votações à meia-noite, aparentemente querem atrair as atenções mediáticas e deixar claro ao mundo qual é a sua preferência. Até porque acaba por ser, normalmente, a primeira localidade a divulgar resultados.
Ora, em Dixville votou 100 do caderno eleitoral: 21 pessoas.
E querem saber o resultado...?
15 para Obama e 6 para Mccain. Este último é o primeiro republicano a perder por lá desde 1968.
Parece que Obama saiu na frente.
 
info

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 07:00
link directo | vai uma chávena?

O mais importante é o molho...

Cerca de 153 milhões de americanos estão nos cadernos eleitorais e prevê-se superar o recorde de 63% estabelecido em 1960.


O mais importante não é o número de votos (Bush teve menos votos que Al Gore), mas a vitória em alguns estados-chave como Ohio (norte), Pensilvânia ou Flórida. Em 2000,

Cada estado possui um número variável de delegados, equivalente ao número dos seus parlamentares no Congresso. A Califórnia tem 55 e os menores estados contam, no mínimo, com três. O candidato que vencer num estado conquista todos os delegados desse estado, independentemente da diferença entre ele e seu adversário. É preciso ganhar pelo menos 270 do total de 538 que compõem o Colégio Eleitoral para ser eleito presidente.

 

(in Público)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 03:08
link directo | vai uma chávena?
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Amanhã - primeiros resultados

 

Segundo informações do Psico-Convidado Carlos Filipe Mendonça (Jornal de Negócios), as primeiras informações serão à meia-noite.
Teremos dados de 5 Estados:
 
- Indiana, Kentuki, Geórgia e Carolina do Sul, que darão, (espera-se) vitórias a McCain
- E Vermount, que votará, pensa-se, Obama.
 
Pouco mais tarde, saberemos resultados da Virgínia.
Este Estado há 44 anos que não vota democrata mas tudo indica vir a votar Obama.
Se a Virgínia der a vitória a Obama temos homem.

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 16:53
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 2 de Novembro de 2008

Grupo Parlamentar do PSD continua a apostar na Blogosfera

 

O tema das nossas jornadas parlamentares, a realizar amanhã e terça em Évora, é “Verdade e Alternativa”.
 
Após o sucesso anterior, Paulo Rangel continua a apostar na blogosfera.
 
E o programa é de todo o interesse, com diversos oradores exteriores ao PSD, revelando abertura e utilidade de sair fora do quadrado:
 
- Diogo de Lucena e Maria José Nogueira Pinto (Políticas Sociais e Exclusão Social)
- Jacques Attali (Oportunidades e riscos no contexto da Globalização: o papel do Estado e dos mercados)
- Artur Santos Silva (Empresas e competitividade: o desafio da inovação)
- Henrique Neto (Economia: Emprego e PMEs)
uma infusão de Paulo Colaço às 17:24
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Está a sugerir fraude, meu caro?

 

"Se antes era preciso estudar as causas dos maus resultados em Matemática, agora é urgente estudar as causas do milagre"
António Barreto dixit
uma infusão de Paulo Colaço às 13:44
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 1 de Novembro de 2008

A visitar

O blog de Eduardo Salavisa, um desenhador do quotidiano.

uma infusão de Paulo Colaço às 21:22
link directo | vai uma chávena?

Força, Ana!

A Ana Rita Cavaco, enfermeira, assessora nos governos de Barroso e Santana, antiga dirigente académica, quadro da JSD, Conselheira Nacional do PSD no mandato anterior, está em guerra aberta com a empresa que gere a Linha Saúde 24.

 

Porquê? Porque tem coragem de defender os seus direitos e lutar contra a injustiça praticada contra os seus colegas.

 

A notícia aqui.

uma infusão de Paulo Colaço às 14:01
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Analytics

Chávenas recentes

If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...
Caro António Saraiva, uma releitura do título dest...