Chá quente

Cúmulos...

Crónicas de Segunda 9

Crónicas de Segunda 8

Crónicas de Segunda 7

Antíteses portuguesas

Chá frio

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2013

Limitação de mandatos para sindicatos?

Esta notícia do Público leva-me a perguntar se não faz sentido estender a limitação de mandatos a outros lugares como, por exemplo, nos sindicatos...

uma infusão de Paulo Colaço às 11:19
link directo | vai uma chávena?
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

Pôr o dedo no ar faz de nós formalmente candidatos?

Eurico Figueiredo, um histórico do PS, quer ser candidato contra Seguro nas próximas eleições internas do partido. Até aqui, nada de estranho.

Mas o senhor quer acesso aos ficheiros de militantes e está disposto a recorrer à Justiça para lhe ser facultado esse instrumento de comunicação que a direção do PS não quer dar.

A minha pergunta é: qualquer cavalheiro que diz ser candidato a qualquer cargo deverá ter acesso a dados dos respectivos eleitores?

Mais concretamente, se eu hoje disser que sou candidato às diretas do PSD, deve o partido fornecer-me as moradas dos militantes?

Um candidato à liderança do PS deve recolher 200 assinaturas de militantes. Ora se Eurico Figueiredo, com 39 anos de militância ativa, não conhece 200 pessoas que o subscrevam, está a candidatar-se para quê?

Há rapaziada que não se mede!

Primeiro, qualquer um de nós deve provar que tem apoios para ser formalmente considerado candidato e, aí sim, ter acesso a algum tipo de dados.

uma infusão de Paulo Colaço às 11:23
link directo | vai uma chávena?
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Emendar a mão!

Em minha opinião, o actual Governo falhou ao permitir que a gestão ruinosa do anterior passasse pelos pingos da chuva da responsabilização.

Com este exemplo, pode corrigir a falha e mandar investigar esta situação!

uma infusão de Paulo Colaço às 03:10
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 23 de Fevereiro de 2013

Os neutrais

Na sequência de um post facebookiano do meu bom amigo Filipe Mendonça, recordei uma das minhas citações preferidas, atribuída (dizem que erradamente) a Dante: "no inferno os lugares mais quentes são reservados àqueles que ficam neutros em tempos de crise".

A neutralidade e a cobardia são irmãs gémeas.

São filhas da mãe Indecisão e do pai Medo.

Nem sempre têm a mesma mãe ou o mesmo pai, mas já é mal que chegue serem filhos só de um deles.

uma infusão de Paulo Colaço às 15:10
link directo | vai uma chávena?

Um grande som

uma infusão de Paulo Colaço às 15:03
link directo | vai uma chávena?

O "princípio" de Peter e o "fim" da picada!

Diz o Público que Vítor Constâncio, vice do BCE, ganha mais do dobro que o presidente da Reserva Federal Americana.

A culpa não é de Constâncio, a culpa é de quem o nomeou. 

E isto leva-nos a um dos mais citados provérbios africanos: "se vires um cágado em cima de uma árvore, não te espantes - alguém o pôs lá!"

uma infusão de Paulo Colaço às 14:35
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013

Uma triste comenda que me fez lembrar Ruy Belo

Cavaco Silva condecorou Pinto Monteiro com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo.

Este senhor não teve a grandeza de o recusar com um simples "desculpe, Presidente, eu não mereço", mas encontrou lata para dizer que “parece estar a desenhar-se uma menor transparência na separação de poderes”.

A desenhar-se sim mas esse desenho não se faz sozinho. Não é uma causa não causada!

Nos últimos anos, alguém teve de segurar no lápis. De quem foi a mão?

Eu também passo!

uma infusão de Paulo Colaço às 02:48
link directo | vai uma chávena?

Cada fim é um novo princípio

Acabei agora mesmo de clicar num "OK".

Com um clique, firmei a minha efectiva saída do Blog Psicolaranja, que fundei em 2006 e que, com dedicação, orgulho e ("dizem os analistas") bons resultados, administrei durante três anos.

Blogosfericamente falando, volto a escrever apenas em dois espaços: este e o amado Puro Nonsense, o meu blog preferido.

Como os amigos, marco encontro aqui. Aos lunáticos... vemo-nos no Puro.

uma infusão de Paulo Colaço às 01:21
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (4)

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Analytics

Chávenas recentes

If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...
Caro António Saraiva, uma releitura do título dest...