Chá quente

Crónicas de Segunda 6

Crónicas de Segunda 3

Carlos Coelho em Rio Maio...

Paulo Rangel debate Europ...

JSD/Algés e JSD/Oeiras fo...

Chá frio

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

O Bule

todas as tags

Sábado, 21 de Junho de 2014

Crónicas de Segunda 6

O Inseguro Tozé

 

Não está ainda terminada a contagem mas já podemos tirar as nossas conclusões das Eleições Europeias de ontem.

As minhas são quatro.

- Os portugueses não sentem a Europa.

Tivemos uma abstenção “record” e isso não se explica apenas com a crise e o descrédito da política.

Se estiver na posse de todos os dados, do antes e do depois da adesão à UE, só um idiota não perceberá que a União está intimamente ligada ao desenvolvimento de Portugal. Porém, para que os portugueses se sintam parte do projeto Europeu e percebam a relevância da UE na sua vida diária, é preciso apostar em divulgação. Já vimos que os eleitores não procuram informar-se: é preciso levar a montanha a Maomé.

- Entre vencedores e vencidos vai um passo de formiga

Seguro fez um dos mais patéticos discursos da democracia portuguesa. Parecia ter ganho o Euromilhões, mas por dentro devia estar já a antecipar as facas longas que se afiam no PS.

Com uma distância de cerca de 4% face à Aliança Portugal (PSD e CDS), e uma abstenção de dois terços, Seguro percebe que fica longe de cilindrar o Governo, e que o Governo ficou longe de ser cilindrado pelo eleitorado...

- O Bloco perdeu a alma

Quando apareceu, o BE era um partido irreverente, lutador por causas fraturantes. Dizia-se que ia agarrar toda a juventude e os descrentes. Claro que o Bloco não passava de um partido de chicos-espertos, peritos em aproveitar os assuntos quentes para ganhar protagonismo. E tinha uma boa máquina de comunicação.

Hoje, sem os temas da droga, do aborto, do casamento entre homossexuais, o BE perdeu agenda. Ao mesmo tempo, ganhou barriga. Sentou-se! Assenhorou-se. É uma instituição de deputados e não de causas. O Partidos dos Animais tem mais agenda que o BE. Os portugueses já os perceberam. Ainda bem!

- A vitória do populismo

O resultado do MPT e de Marinho e Pinto provam duas coisas: o descrédito da bipolaridade partidária (a bem dizer, os portugueses estão fartos), e que o eleitor se deixa levar por qualquer bem-falante. Marinho e Pinto tem um discurso tão primário que tolhe a inteligência de quem usa o cérebro, e um populismo que nos assusta.

A sua eleição é uma chapada para os partidos do chamado “arco democrático”. Ou se modernizam ou veremos a política portuguesa ser inundada de outros Marinhos, tão grosseiros quanto o original...

 

E foi mais uma Crónica de Segunda, para leitores de primeira.

uma infusão de Paulo Colaço às 03:11
link directo | vai uma chávena?

Crónicas de Segunda 3

O meu dever

 

É com sentido de missão que integro a Direção Nacional de Campanha da Aliança Portugal às eleições europeias.

Sempre me empenhei nas eleições europeias. Porque sou cidadão português, e isso faz de mim também cidadão europeu.

No contexto da União Europeia, ser cidadão quer dizer muitas coisas. Primeiro, que pertenço a uma comunidade de mais de 500 milhões de pessoas. Uma comunidade com profundas marcas identitárias, como sejam os valores judaico-cristãos que nos unem. “Não matarás” e “Honra o teu pai e a tua mãe” são dois exemplos.

Depois, ter cidadania da União Europeia implica um conjunto de direitos complementares à cidadania portuguesa.

 

Muitos desconhecem que a União Europeia nasceu como projeto de Paz. O objetivo era criar um pacto tão forte que deixasse de ser possível haver uma nova guerra na Europa.

E a UE mantem-se como projeto de Paz. Um dos motivos para ter recebido o Nobel da Paz em 2012 é ser o maior doador de ajuda humanitária do mundo, com 50% do total.

E há também muitos que desconhecem (por culpa dos atores políticos, que gostam de ficar com os louros) que a União Europeia apoia creches, lares, hospitais, bolsas de estudo, formação profissional, saneamento... Isso é mais que apenas estradas!

Aquilo a que chamamos “Fundos de Coesão” é a forma de a União nos dizer: podemos ser diferentes em muita coisa mas todos devemos ter as mesmas oportunidades!

 

No dia 25, votarei para o Parlamento Europeu, instituição que todos os dias aprova leis europeias que beneficiam os cidadãos.

O fim do roaming; a proteção nas compras online (entre outros direitos do consumidor); os apoios a empresas e empresários; o reconhecimento das qualificações profissionais; os direitos dos passageiros dos transportes aéreos; cuidados de saúde mais acessíveis e baratos no espaço europeu, entre outros.

Quem não conhece o trabalho diário do Parlamento Europeu não compreende os sucessos da sua missão. Não o compreendendo, o afastamento acaba por ser natural.

A culpa será do Parlamento Europeu que não consegue ser eficaz na comunicação da sua atividade, mas também compete aos cidadãos procurarem a informação.

No dia 25 de maio, não falto à votação.

Ajudar na construção europeia é o meu dever de europeu. Mais que isso, é outro dos meus deveres de português!

 

Foi mais uma Crónica de Segunda, para leitores de primeira.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 03:03
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 8 de Maio de 2010

Carlos Coelho em Rio Maior

Ontem a Câmara Municipal de Rio Maior e a Escola Secundária anteciparam o Dia da Europa (9/Maio) com uma conferência dedicada à Cidadania Europeia.
O convidado foi o Deputado Europeu Carlos Coelho.
Excepcional!
Brilhante!
Os miudos deliraram e os professores com quem falei apreciaram a capacidade do CC em cativar os miudos, sendo pedagógico, incisivo e divertido.
Fiquei babado.
:)

uma infusão de Paulo Colaço às 09:37
link directo | vai uma chávena?
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Paulo Rangel debate Europa com Bloggers

(Aqui esteve o script para a transmissão online deste evento)
uma infusão de Paulo Colaço às 21:05
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 23 de Abril de 2009

JSD/Algés e JSD/Oeiras formam sobre Europa

A JSD/Algés-Carnaxide e a JSD/Oeiras levam a efeito a formação “Somos Todos Europa”, a realizar no dia 5 de Maio de 2009, às 20h, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras.

 

Um evento a não perder pelos interessados nas matérias europeias.

Formadora: Dra. Isabel Meireles.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 16:09
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 18 de Abril de 2009

Evento do Oeste

Em parceria com a CPN da Jota, a JSD/AO promove uma sessão de esclarecimento.

O tema é a Europa e tem como convidado o Deputado Europeu Silva Peneda.
Quem puder ir não deve perder.
Será às 21.00h no Bar Screen (Torres Vedras).
 
O Bule: , , , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 05:31
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

O fado do Zé Manel

 

Barroso foi fadado para as andanças europeias.
Para ele não se trata de um mero tacho: é o patamar para o qual tem vocação.
 
Cavaco, Guterres e Sócrates estiveram todas na alta-roda europeia (e mundial) devido às presidências portuguesas da União. No entanto, a nenhum assentou o fato.
 
Cavaco é (ou era) pouco dado ao folclore.
Guterres falava línguas (como depreciava Soares) mas ele era o pacóvio que "tratava por tu 6 primeiros-ministros da Europa".
Sócrates é um peneirento, a quem não cabe um feijão onde nem é suposto estar.
 
Barroso, pelo contrário, é o homem do mundo.
Aquele que estudou em Londres, aquele que (em vários encontros com a JSD) apelava à juventude portuguesa:
"Vão lá para fora! fundam-se com o mundo! deixem que o mundo vos ensine e contribuam para que o mundo também aprenda convosco. Depois voltem e usem a vossa experiência para melhorar Portugal! Mas não esqueçam - tenham experiências lá fora."
 
Se gostei que tivesse partido?
Não!
Se preferia que tivesse ficado?
Sim, preferia.
Se compreendo que um homem deve perseguir os seus sonhos?
Sim, compreendo. E desejei-lhe boa sorte.
 
A Europa reconhece-lhe trabalho. Fico contente!
 
uma infusão de Paulo Colaço às 03:40
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

Info-Site Carlos Coelho

Sabia que as PME's representam mais de 99% do tecido empresarial português?
Sabia que essa realidade também é idêntica nos outros Estados Membros da UE?
Sabia que a maioria dos novos empregos criados na UE se devem às PME's?
Sabia que existem mais de 23 milhões de PME's na UE ?
Sabia o que é o "teste PME" ?
Para conhecer as medidas que a UE tomou para apoiar as PME's, clique aqui.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 17:56
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Universidade da Europa

Mais uma vez, a JSD, o PSD, o Instituto Sá Carneiro, o PPE e Carlos Coelho organizam a Universidade Europa.

Decorreu este fim-de-semana.
O quadro de honra foi mesmo de honra.
 
Participação de:
Carlos Coelho (Deputado Europeu)
Sérgio Marques (Deputado Europeu)
Vasco Graça Moura (Deputado Europeu)
João de Deus Pinheiro (Deputado Europeu)
António Borges (Vice-Pres. do PSD)
José Silva Peneda (Deputado Europeu)
Ana Palácios (ex-MNE de Espanha)
Jorge Moreira da Silva (Antigo Deputado Europeu)
 
Mensagens de:
Durão Barroso (Pres. da Comissão Europeia)
Hans-Gert Pöttering (Pres. do Parlamento Europeu)
 
Encerramento:
Pedro Rodrigues (Pres. da JSD)
Manuela Ferreira Leite (Pres. do PSD)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 23:46
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 9 de Agosto de 2008

Os parolos contra-atacam!

Os principais clubes nacionais de "tuning" vão exigir a legalização das transformações nos automóveis, alegando que Portugal é o único país da Europa onde esta actividade não é autorizada.

uma infusão de Paulo Colaço às 20:54
link directo | vai uma chávena?

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Analytics

Chávenas recentes

If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...
Caro António Saraiva, uma releitura do título dest...