Chá quente

António Barreto nunca des...

Bruno de Carvalho foi à Ó...

Coisas que a História nos...

O efeito Rio

Um dilema chamado Ronaldo

Chá frio

Junho 2018

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Domingo, 20 de Julho de 2008

Manuel Monteiro também foi por aí

Passos Coelho disse que tenciona "ajudar a promover uma plataforma, um centro de reflexão política e de debate político na área do PSD que ajude a fixar pessoas que estão ligadas às universidades, ligadas às empresas".

 

Monteiro, arredado da liderança do CDS, também começou por juntar pessoas das universidades, da sociedade civil, etc, um grupo que lhe reconhecesse a liderança que não tinha no PP.

Depois criou um partido. Agora anda sem norte.

 

De comum com PPC tem também o facto de já ter liderado a juventude do seu partido. Fiquemos por aqui de coincidências. É que PPC faz falta ao PSD.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 12:40
link directo | vai uma chávena?
quem já bebeu:
De francisco castelo branco a 25 de Julho de 2008 às 20:51
Qual o sentido de criar movimentos de reflexão dentro dos partidos?

Está uma boa discussão

Em primeiro lugar, acho positivo que tal aconteça.
Pode ser uma forma de "apresentar" ao actual lider uma alternativa além de propostas que podem ser bem aceites pela direcção

Mas existem perigos que é a possibilidade de se criar novas tendências ou alternativas á própria oposição.

Penso que estes movimentos têm os dois lados.
Mas que estão melhor preparados para lançar uma candidatura quando o partido vai a votos.
Estão melhore preparados e já sabem qual o caminho a percorrer.

é de salutar diferentes opiniões e propostas alternativas á própria direcção desde que seja com o fim de ajudar o lider.
Mas acho que estes movimentos nunca fizeram mal a ninguém.
Debatem certas questões, propoem certos caminhos e depois deixam-se de reunir

Acho que só faz sentido, quando se trata de formar um novo partido.
Até porque estes movimentos têm pouco espaço.
Não estão na direcção nem no Parlamento
Porque se estivessem, nao tinham formado estes movimentos

comentar

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Chávenas recentes

Dou o exemplo da ascensão de Hitler tantas vezes.É...
If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...