Chá quente

António Barreto nunca des...

Bruno de Carvalho foi à Ó...

Coisas que a História nos...

O efeito Rio

Um dilema chamado Ronaldo

Chá frio

Junho 2018

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Diz-se que a Maddie nunca existiu

Só ha duas hipóteses: ou ela existiu ou não existiu.
Se eu fosse Einstein, diria que há uma terceira hipotese: a que ela ter existido e, ao mesmo tempo, nunca ter existido.
Porém, sendo apenas paulo colaço (e já é ser muito), inclino-me para a teoria da dicotomia (a tricomia parece-me menage à trois).
Nessa conformidade, acho que a possibilidade de ela nunca ter existido é tão verosimil quanto a teoria do Paul McCartney como o conhecemos não passar de um clone do verdadeiro, que terá morrido num acidente, facto alegadamente escondido por todos para não prejudicar a ascensão da maior banda de todos os tempos.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 22:41
link directo | vai uma chávena?
quem já bebeu:
De Janca a 2 de Junho de 2010 às 23:32
Olá Paulo, serias talvez o Heisenberg? O princípio da incerteza de Heisenberg. Sobreposição de estados quânticos: mais conhecido por - o gato está vivo/o gato está morto :) Um abraço do Janca
De Paulo Colaço a 5 de Junho de 2010 às 22:42
Janca? Bajanca?
Sim, mas creio que Einstein estava nessa esteira, por isso o citei e nao ao autor da teoria.
De Janca a 6 de Junho de 2010 às 01:31
Olá Paulo. Einstein não acreditava na teoria quântica. Ele recusava-se a acreditar que "Deus joga aos dados" (ou seja a acreditar na teoria quântica). Desde então provou-se que realmente Deus joga aos dados e que eles são "ligeiramente" viciados :).
Uma leitura interessante: http://pt.wikipedia.org/wiki/Princ%C3%ADpio_da_incerteza_de_Heisenberg

Um abraço desde AArhus

Bajanca ;)
De Paulo Colaço a 6 de Junho de 2010 às 01:40
Falha minha, então.
De Janca a 6 de Junho de 2010 às 01:41
Só mais uma achega, estamos os dois errados. O princípio que enunciaste pertence à mecânica quântica de Heisenberg. Mas chama-se o Princípio da Sobreposição de Estados :P Outro abraço

Bajanca
De Janca a 6 de Junho de 2010 às 10:28
E mais outra, desta vez falha minha :). O que tu descreves é o princípio da sobreposição de estados. E isso é uma achega de Schrödinger. Dá uma olhada a isto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gato_de_Schr%C3%B6dinger

Diverte-te em Évora :)

comentar

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Chávenas recentes

Dou o exemplo da ascensão de Hitler tantas vezes.É...
If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...