Chá quente

António Barreto nunca des...

Bruno de Carvalho foi à Ó...

Coisas que a História nos...

O efeito Rio

Um dilema chamado Ronaldo

Chá frio

Junho 2018

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Comunicado do Secretário-Geral da JSD

 

Face ao comunicado publicado no site www.anossavez.com, e difundido por mensagens escritas, responsabilidade do militante Bruno Ventura, a Secretaria-Geral da JSD esclarece que:
1.    O rateio foi aprovado por unanimidade em Conselho Nacional da JSD, realizado na Costa da Caparica a 13 de Setembro de 2008, não tendo na altura qualquer Conselheiro Nacional requerido esclarecimentos sobre o mesmo, ou colocado qualquer dúvida.
2.    A secretaria-geral fornece todos os elementos referentes a bases de militantes da JSD sempre que, nos termos do regulamento eleitoral, sejam requeridos por candidatos a órgãos da JSD.
3.    Para a elaboração do rateio do XX Congresso Nacional da JSD foi solicitada a colaboração dos serviços centrais do PSD, no seguimento do que vem acontecendo em anos anteriores, por forma a garantir a imparcialidade e transparência do mesmo.
4.    Ora, o pedido feito pelo companheiro Bruno Ventura para aceder aos elementos da base de dados da JSD, não foi acompanhado, tal como consta do regulamento eleitoral da JSD, dos elementos essenciais à formalização da sua candidatura.
5.    Estranho que o companheiro Bruno Ventura acuse a Secretaria-Geral de falta transparência quando:
a.    Não questionou o rateio no Conselho Nacional em que foi aprovado, nem qualquer esclarecimento solicitou sobre o mesmo.
b.    Desconheça, ou pareça desconhecer o regulamento eleitoral da JSD, alegando que indevidamente a secretaria-geral se recusou a prestar os esclarecimentos solicitados.
c.    Tenha reiterada e conscientemente recusado a formalizar a sua candidatura à liderança nacional da JSD, quando foi alertado de que acederia aos elementos requeridos se o fizesse.
6.    Lamentamos que o companheiro Bruno Ventura esteja deliberadamente a lançar expedientes e suspeições infundadas sobre o Congresso Nacional, tentando por em causa a credibilidade e imagem do mais importante acontecimento da nossa estrutura.
 
O Secretário-Geral da JSD
João Montenegro

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 18:35
link directo | vai uma chávena?
quem já bebeu:
De Tiago Mendonça a 21 de Novembro de 2008 às 03:38
Paulo, com toda a frontalidade, responde-me lá a isto.

O Montenegro fez o rateio. Nesse ficheiro tem que ter uma coluna com os nomes das secções, outra com o numero de militantes de cada e outra com o numero de delegados correspondentes. Não seria mais fácil pegar nesse ficheiro e mostrar? Mostrar a correspondencia? Não seria mais verdadeiro, mais transparente? Não seria a melhor forma de evitar que existissem mentirosos e mentira? Qual é o problema?

E qual é o problema de se pedir para mostrar isto. Apenas isso! Explica-me qual é o mal. E diz-me também porque achas que é melhor um rateio sem numero de militantes do que um com numero de militantes. Sinceramente que não percebo.

De Luis Esteves a 24 de Novembro de 2008 às 11:07
Eu até comentava este comunicado, mas já todos sabemos que a especialidade do João Montenegro é a realização de rateios com imparcialidade e transparência. É preferível perder com dignidade do que ganhar com "entulhice"
De Paulo Colaço a 24 de Novembro de 2008 às 11:20
A seriedade do João Montenegro é inatacável.
Este é um caso claro de "ir tosquiar e ser tosquiado"...

comentar

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Chávenas recentes

Dou o exemplo da ascensão de Hitler tantas vezes.É...
If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...