Chá quente

Carlos Enes na Comissão

Impossível rivalizar com ...

Jogos quase perigosos

Rui Veloso - Beirã

Ah pois é!

Chá frio

Novembro 2020

Junho 2018

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

quem já bebeu
quem já bebeu
quem já bebeu

O Bule

todas as tags

Sexta-feira, 6 de Março de 2009

A idade não os derrubou

uma infusão de Paulo Colaço às 14:09
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Parabéns

uma infusão de Paulo Colaço às 03:44
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Poema do fecho éclair

Filipe II tinha um colar de oiro,

tinha um colar de oiro de pedras rubis.
Cingia a cintura com cinto de coiro,
com fivela de oiro,
olho de perdiz.
 
Comia num prato
de prata lavrada
girafa trufada,
rissóis de serpente.
O copo era um gomo
que em flor desabrocha,
de cristal de rocha
do mais transparente.
 
Andava nas salas
forradas de Arrás,
com panos por cima,
pela frente e por trás.
Tapetes flamengos,
combates de galos,
alões e podengos,
falcões e cavalos.
 
Dormia na cama
de prata maciça
com dossel de lhama
de franja roliça.
 
Na mesa do canto
vermelho damasco,
e a tíbia dum santo
guardada num frasco.
 
Foi dono da Terra,
foi senhor do Mundo,
nada lhe faltava,
Filipe Segundo.
 
Tinha oiro e prata,
pedras nunca vistas,
safiras, topázios,
rubis, ametistas.
Tinha tudo, tudo,
sem peso bem conta,
bragas de veludo,
peliças de lontra.
Um homem tão grande
tem tudo o que quer.
 
O que ele não tinha
era um fecho éclair.

 

(António Gedeão)

 

uma infusão de Paulo Colaço às 11:32
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 8 de Novembro de 2008

Palmas

Eu sou um dos "maluquinhos do ", o album emblemático de Jorge Palma.

É por isso que aplaudo esta iniciativa do Sapo.

Vou concorrer e já sei o que vou dizer...

uma infusão de Paulo Colaço às 14:36
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 25 de Outubro de 2008

Freitas III - Adriano

É com pena minha que o melhor nome de sempre do CDS não tenha querido para si um destaque semelhante. Adriano Moreira merecia muito mais que Freitas.

uma infusão de Paulo Colaço às 16:46
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008

Frase do dia

 

A democracia é um mecanismo que garante que nunca seremos governados melhor do que aquilo que merecemos.
George Bernard Shaw
 
Li-a aqui
 
uma infusão de Paulo Colaço às 02:40
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 12 de Outubro de 2008

Mats Magnusson

Vi-o hoje na TV.

Respondeu a entrevistas.

Falou na nossa língua.

Afirmou-se meio português.

 

Que saudades...

 

uma infusão de Paulo Colaço às 00:11
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

Hoje...

Pelas 18h parto para Castelo de Vide.

Vou com o amigo e génio criativo, Júlio Pisa.

Temos até segunda para os últimos preparativos da UV2008.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 14:47
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (2)
Sábado, 16 de Agosto de 2008

Calou-se

Dorival Caymmi foi-se aos 94 anos.

Cantemo-lo sempre!

Neste vídeo Dorival conta como entrou para o mundo da rádio.

Curtido.

uma infusão de Paulo Colaço às 22:24
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (2)
Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008

O verdadeiro Shaft

Isaac Hayes 1942-2008

O Bule: , ,
uma infusão de Paulo Colaço às 14:21
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Assino em baixo...

«Para Manuela Ferreira Leite a política implica o trabalho de uma equipa profissionalizada e competente, desenvolvido sobre dados fiáveis e honestos, e não (...) uma série de balões vistosamente atirados ao ar, independentemente da sua nenhuma consistência ou viabilidade programática.»

Vasco Graça Moura

 

... apesar da importância do pão e do circo na democracia.

uma infusão de Paulo Colaço às 19:15
link directo | vai uma chávena?

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Chávenas recentes

Dou o exemplo da ascensão de Hitler tantas vezes.É...
If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...