Chá quente

Psico-Refeição com Manuel...

Um deputado de proximidad...

MFL, a candidata

Renovação e Qualidade

A campanha ilógica

Chá frio

Novembro 2020

Junho 2018

Maio 2015

Junho 2014

Abril 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Chás mais bebidos

O Bule

todas as tags

Domingo, 24 de Agosto de 2008

Só mais duas semanas...

Está meio mundo à espera da intervenção de MFL na Universidade de Verão.

Uns comentam com escárnio, outros com alguma serenidade.

Em muitos se vislumbra cegueira bélica (não contra Sócrates mas contra a líder), noutros nota-se ponderação.

Ehehehe, calma rapaziada, já falta pouco.

uma infusão de Paulo Colaço às 03:32
link directo | vai uma chávena?
Sábado, 23 de Agosto de 2008

Quem o diz é quem o é!

O PS desvalorizou o pedido de demissão de Rui Pereira exigido pelo PSD. Vitalino Canas diz que o PSD está "desesperadamente a dizer alguma coisa" em resposta às críticas internas.

 

Tenho dúvidas que "desespero" seja uma palavra aplicável a MFL, mas noto o PS "desesperadamente" a tentar fugir à questão de fundo...

uma infusão de Paulo Colaço às 04:29
link directo | vai uma chávena?

A frustração do moço

Eu sei qual é o problema de Menezes. Um deles, pelo menos.

É que a sua liderança foi tão curta que não chegou a tempo de cancelar, banir, proibir a Universidade de Verão.

 

Não, ele não tem raiva de ver MFL encerrar a UV. Queria era "encerrar" de vez a UV.

 

Pois é, os fracos têm sempre medo do acesso geral ao conhecimento.

uma infusão de Paulo Colaço às 04:18
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

O silêncio também não te ficava mal...

«Com esta táctica, o PSD até pode vir a ganhar as eleições legislativas, mas por demérito do PS e não por mérito próprio», Pedro Passos Coelho ao jornal SOL.

 

Três motivos para PPC não ter dito isto:

- Devia deixar o património da dor de cotovelo com Menezes

- Dificilmente se comenta uma táctica que se desconhece. É que duvido que MFL tenha explicado o porquê da contenção e até quando durará.

- PPC deu esperança aos apoiantes de MFL quando abre a porta a uma vitória. Está já a dizer que é possível ganhar a Sócrates. Ainda que sem mérito.

 

Pobre Pedro. Cegaste...

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 20:51
link directo | vai uma chávena?

Estranho

«Em comunicado, a Comissão Permanente do PSD exigiu hoje a demissão do ministro da Administração Interna, Rui Pereira, justificando o pedido com o aumento da criminalidade e com a ausência de esclarecimentos sobre o aumento do crime violento em Portugal.» in Público

 

Estranho, julgava que estavam em silêncio...

uma infusão de Paulo Colaço às 20:06
Paulo Colaço em 18/09/2008 às 03:31
link directo | vai uma chávena?

Haja alguém que cumpre

Menezes criticou hoje o silêncio de MFL. Trata-se do único que pode "puxar as orelhas" à actual líder: é que Menezes não consegue estar calado. Mesmo quando promete que o vai fazer...

É um dos seus distúrbios.

 

uma infusão de Paulo Colaço às 15:13
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Estranha preferência

“A arma que não podemos ter é o silêncio”, disse Ângelo Correia na festa do Pontão, numa crítica ao silêncio táctico de MFL.

Este "senhor da guerra" prefere o belicismo do barulho.

Cada um tem a sua preferência mas só um teve a preferência dos militantes...

uma infusão de Paulo Colaço às 14:05
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

As escolhas de... Santana

O Dr. Lopes recomenda a MFL que vá à festa do Pontal, à qual ele próprio não vai porque não pode.

O antigo líder do PSD diz que o PSD não é só feito de Universidades de Verão. É curioso, vindo de alguém que também fez da UV a sua rentrée...

uma infusão de Paulo Colaço às 23:06
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 10 de Agosto de 2008

Pontal III - Não engana ninguém!

Se MFL "trocasse" a UV pelo Pontal ficaria espantado.

Pior, sentir-me-ia defraudado.

uma infusão de Paulo Colaço às 01:56
link directo | vai uma chávena?

Pontal II - Escrevi no psico

- MFL não foi ao Pontal. Não há surpresa. A sua campanha não teve jantares, festa, discursos de púlpito. Nada. Apenas sessões de esclarecimento, cara a cara com os militantes. Se ela fosse ao Pontal eu estranharia.
 
- Barroso convidou o Carlos Coelho para organizar a UV como novo modelo de rentré para o PSD. O modelo de comício estava gasto e o então líder queria aproximar a nossa rentré às rentrés europeias.
De lá para cá todos os líderes preferiram dar relevância à UV em detrimento de outros eventos de início de “hostilidades”.
MFL segue nessa esteira.
 
- Mendes Bota quer voltar a fazer do Pontal a rentré do PSD. Está no seu direito. MFL quer gerir ela mesma a sua agenda. Tem esse direito. E também está no direito dos que não apoiaram MFL criticar a opção da líder, como criticarão tudo nela. Se MFL usar blusa laranja na próxima intervenção pública, dirão que deveria usar amarela. É um direito que lhes assiste.
 
- Ângelo Correia quer substituir MFL? Por mim nada a opor. Teria piada vê-lo de tailler cinza. Mais difícil será vê-lo com serenidade, credibilidade e humildade, coisas que a idade já lhe deveria ter dado.
 
- Há quem diga que não ir à festa do Pontal é erro. Que todos os erros de MFL sejam deste tipo: ser ela mesma. Quem não gostar que critique. É um direito que a própria defende. E com a certeza que não sairá a chorar...
 
in Psicolaranja
uma infusão de Paulo Colaço às 01:42
link directo | vai uma chávena?

Pontal I - Subscrevo!

 

MFL não vai ao Pontal. Afinal, desde Barroso que a rentrée laranja é feita na Universidade de Verão.
 
Os “opositores internos” já se manifestaram frontalmente contra esta posição, reclamando a política para o “povo” ao invés do elitismo de Castelo de Vide.
 
A MFL associo a imagem de credibilidade, sobriedade e seriedade. Tem pautado a sua liderança pela contenção nas palavras, pelo “seu a seu tempo”. Inconciliável com a política-espectáculo. A sua campanha foi feita em sessões de esclarecimento com os militantes, em detrimento dos muitíssimo mais populares jantares/almoços comícios. E é por isso mesmo que a admiro.

 

 

In O Sancho Pensa

 

 

uma infusão de Paulo Colaço às 01:32
link directo | vai uma chávena?
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Assino em baixo...

«Para Manuela Ferreira Leite a política implica o trabalho de uma equipa profissionalizada e competente, desenvolvido sobre dados fiáveis e honestos, e não (...) uma série de balões vistosamente atirados ao ar, independentemente da sua nenhuma consistência ou viabilidade programática.»

Vasco Graça Moura

 

... apesar da importância do pão e do circo na democracia.

uma infusão de Paulo Colaço às 19:15
link directo | vai uma chávena?
Domingo, 20 de Julho de 2008

És amigo, Sócrates

"Não venho dar lições de moral, nem dizer-vos como os jovens se devem comportar e muito menos venho aqui para vos dizer que o principal objectivo da família é a procriação".

 

Pelos vistos, Sócrates negou-se a falar de muita coisa.

Entre as quais esteve o tema mais importante do mundo para os jovens socialistas: o casamento entre homossexuais.

 

Pobres rapazes. Estiveram quase uma hora a ouvi-lo falar da Dra. Ferreira Leite (sem lhe citar o nome) e sobre o ponto central do seu Congresso nicles!

 

uma infusão de Paulo Colaço às 20:23
link directo | vai uma chávena?

Um belo abre-olhos!

Na sua intervenção na festa da JSD, MFL afirmou: "Há uma política errada no que respeita à juventude. Não pode ser uma política assistencial, de ajudas, subsídios e patrocínios que começa na família e acaba no Estado".

 

Um dos problemas deste país é a habituação ao subsídio.

O Estado gosta de mandar na sociedade civil e o subsídio é uma das formas de controlo.

O cidadão gosta de um Estado-Pai e o Governo gosta de um cidadão pedinchão, totalmente carente.

 

Esta malta anda mesmo a precisar de uma valente galheta!

 

uma infusão de Paulo Colaço às 12:30
link directo | vai uma chávena?
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Se Menezes lesse o Manifesto Anti-Dantas...

 

… saberia que Almada escreveu “O Dantas é um automato que deita p’ra fóra o que a gente já sabe que vae sahir…”.
uma infusão de Paulo Colaço às 15:01
link directo | vai uma chávena? | quem já bebeu (1)

A estranha boca do Dr. Menezes

 

Menezes disse que ia andar caladinho.
A boca de Menezes é estranha: umas vezes é demasiado pequena para a sua grande língua, outras é suficientemente larga para albergar todas as suas verdades…
uma infusão de Paulo Colaço às 14:55
link directo | vai uma chávena?
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Parabéns, Dra. Manuela

"A grande tendência da estação é a violência das críticas e o ataque sistemático a qualquer proposta da oposição"

(Constança Cunha e Sá, in Público)
 
Incomodar quem manda não é para todos…
 
uma infusão de Paulo Colaço às 15:38
link directo | vai uma chávena?

Servido por

Paulo Colaço

pesquisar aqui

 

Instagram

Instagram

Outras infusões

subscrever feeds

Chávenas recentes

Dou o exemplo da ascensão de Hitler tantas vezes.É...
If justice would ever Justa there would be so many...
Outra versão interessante encontrada no tubo. http...
Alguém que diz que, num casal homossexual, "um hom...
Deixemo-nos de ingenuidades...a rédea curta nos ga...